Turistas ‘invadem’ o Parque do Povo também durante o dia

O Parque é do Povo de noite ou de dia. Nesta tarde de domingo, 21, o espaço da festa ficou lotado de visitantes, a exemplo do que aconteceu também no sábado, 20. Esta visitação diária despertou o interesse dos barraqueiros, que abriram os seus pontos mais cedo durante estes dias de finais de semana e, consequentemente, estão lucrando mais.

Toda a parte intermediária do Parque ficou aberta durante esses dias. Cerca de 40 dos 200 barraqueiros e donos de quiosques iniciaram o trabalho já à tarde. Para a comerciante Joseane Pereira o número alto de visitantes se deve ao fato de este ano haver programação do Parque durante o dia.

Um dos locais mais procurados da festa é a cidade cenográfica. Os vendedores ambulantes também perceberam este potencial e passaram a vender seus artigos ainda com o céu claro. O empresário Polion Araújo garantiu duas barracas no Quartel General do Forró e as duas começam a funcionar antes mesmo das 16h.

A estimativa da organização da festa é que o evento movimente mais de R$ 150 milhões nesta edição e empregue direta e indiretamente cerca de mil pessoas. Campina Grande é uma das poucas cidades que não teve aumento no número de desempregados em meio à crise financeira instaurada atualmente, e o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Luiz Alberto, atribui o fenômeno à realização da festa. “Todas as cidades pequenas cancelaram os seus festejos juninos e nós mantivemos. Estamos abarcando todos os forrozeiros de vários estados do País e isso impulsiona a economia”, disse.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO