Wesley Safadão se apresentará no São João 2016 pelo mesmo cachê do ano passado

pq_povo_wesley_safadao O prefeito Romero Rodrigues confirmou, em entrevista à Rádio Panorâmica FM, nesta terça-feira, 8, o artista Wesley Safadão na grade de atrações do Maior São João do Mundo deste ano. Uma informação adicional, contudo, estanca a polêmica que setores da oposição tentam criar em relação ao valor do cachê a ser pago ao artista, atualmente um dos mais bem pagos por shows no Brasil. “Estamos trazendo Wesley para o São João de Campina Grande pelo mesmo valor do ano passado, nem mais nem menos”, revelou Romero. Em 2015, o custo de contratação do cantor foi de R$ 180 mil.

Atualmente, o valor do cachê de Wesley Safadão está cotado na faixa de R$ 800 mil. Com base nesse valor, vereadores da oposição na Câmara se precipitaram e tentaram desgastar a prefeitura e o São João 2016, sob a alegação de que seria uma iniciativa reprovável por parte do gestor, principalmente levando-se em conta o atual momento de crise econômica em que o país está mergulhado. “Na verdade, para o município de Campina Grande, trata-se de um acerto extremamente vantajoso, já que, independente do valor que tenha o cachê de Wesley este ano, a prefeitura manterá o mesmo patamar do ano passado”, comemora o prefeito campinense, que já tinha acertado a contratação do cantor desde o ano passado, em pleno Parque do Povo, o que facilitou a negociação.wesley_safadao_pq_06-07-2015

Para Romero Rodrigues, o fato é que a oposição não se conforma com a conquista da atual gestão municipal de Campina Grande proporcionar, sem cobrar ingressos, no Parque do Povo, a apresentação de uma atração de peso no show business, sem qualquer custo adicional em relação ao ano anterior. Acha importante também destacar um aspecto: o Maior São João do Mundo, que em 2015 alcançou o maior êxito da história, em todos os aspectos, continuará a ser um grande evento porque valoriza mais do que nunca o artista da terra, a cultura regional e mantém em alta a auto-estima dos campinenses.

Lamentando que a oposição se ocupe em fazer polêmica em relação à simples contratação de um artista, numa negociação vantajosa para o município, Romero ressalta que o Maior São João do Mundo precisa ser visto como uma grande indústria do turismo de eventos, que gera empregos, renda e promoveu, em 2015, uma movimentação de recursos na cidade superior a R$ 160 milhões. “Em tempos de crise como o que estamos passando, é uma demonstração de força de Campina e seu povo”, destaca o prefeito campinense, revelando que a festa superou em arrecadação para o comércio uma receita maior do que a verificada no natal do ano passado.

Por fim, apesar da polêmica estéril estimulada pela oposição, Romero lembra que o São João de Campina Grande será sempre maior do que qualquer atração e que é na força das raízes culturais, no envolvimento de toda a cidade com a sua maior festa e na permanente superação da crise que o evento continuará a se consolidar como referência nacional.

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

TOPO